Prateleiras que ajudam na decoração

Prateleiras na parede

Quando temos muitos objetos de decoração, ficamos perdidos sem saber onde colocar e nem como colocar para não parecer que está largado em qualquer canto da casa, né?

Para dar uma ajuda nesse dilemas, as prateleiras são ótimas opções, pois não só ajudam a organizar, mas também, compõem a decoração. Elas podem ir desde o básico até o criativo.

Para colocar prateleiras em paredes, o processo é simples, mas requer alguns cálculos e também, conhecer o peso que será colocado. Antes de começar a trabalhar, precisamos checar a lista de material necessário:

Prateleiras ou nichosMaterial para pregar prateleiras
Furadeira
– Buchas e parafusos
Brocas (as mais usadas têm entre 6 e 10 mm)
Fita crepe
Lápis para marcação
Trena
Nível

 

Agora que você já está com todo o material providenciado, precisa ver como se deve colocar na parede, como medir, marcar e soltar a criatividade. No Blog Casa Show, você encontra o passo a passo para garantir firmeza: Faça você mesmo: instale prateleiras e nichos sem complicação

Você também pode improvisar prateleiras sem necessariamente furar a parede, olha que sugestão interessante a gente encontrou fazendo uma pesquisa na internet, de sugestões criativas de prateleiras, foram usados recipientes de vido com pedras como base e estrutura:

modelos-prateleiras-para-quartos

Além disso, encontramos várias outras sugestões para decorar todos os ambientes, inclusive com plantinhas. Show de bola as opções, uma mais linda que a outra! 😀

SUGESTÕES DE DECORAÇÃO USANDO PRATELEIRAS

0,,48256245-EXH,00

como-organizar-os-temperos-na-cozinha-44

prateleira de madeira 4

prateleiras (1)

tumblr_mfaik1SfZJ1raoel6o1_1280_large

Por Cinthia Almeida – Equipe Ligação Home Center – Site: www.ligacao.com.br

Sofá, limpeza e cuidados para garantir conforto e durabilidade

decoração-de-sala-de-estar

Sempre que pensamos em montar uma sala bacana, a primeira coisa que nos vem na cabeça é o sofá! Tudo gira em torno dele, afinal, ele é o “por star” da sala.

Cores das paredes, mesa de jantar, móveis auxiliares, objetos decorativos, tapete e até a luminária têm que combinar ou pelo menos estar em harmonia com o sofá escolhido.

E como toda celebridade, o sofá tem que ser bem cuidado, pois ele recebe seus visitantes e proporciona conforto para família, na hora do descanso ou lazer.

Por isso que a limpeza e a manutenção correta dos sofás são fundamentais para manter conservado e com aquela carinha de novo. E como queremos ajudar no cuidado TOP, pesquisamos algumas dicas que vão ajudar! 😉

A limpeza básica deve ser feita semanalmente. Dessa forma a poeira, pelos e umidade não se acumularão no sofá. Ao derramar qualquer tipo de líquido no estofado, o ideal é imediatamente limpá-lo com um pano seco. No caso de limpezas pesadas, recomenda-se realizá-las no intervalo de um ano e se possível contratar uma empresa especializada, vale a pena o investimento.

Não sei se devo limpar a seco ou com pano úmido?

aspirador-de-po-pequeno
O tipo de limpeza a ser escolhido dependerá do material que o sofá é feito. Atualmente estão disponíveis no mercado sofás feitos em grande diversidade de materiais: algodão, couro, linho, camurça, veludo, napa, courino, entre outros.

Por isso, antes de realizar a limpeza é necessário saber exatamente qual é o tipo de material do sofá. Também é importante verificar a etiqueta na parte inferior do sofá, onde se encontram os símbolos de instrução de limpeza.

Comece a limpeza usando o aspirador de pó, para tirar resíduos sólidos que ficam nos cantinhos e costuras, ou uma escova de cerdas macias para eliminar a poeira e sujeira que estiver sobre ele. Veja a limpeza para os mais diversos tipos tecidos

Observações:

Produtos: Não é recomendado utilizar produtos que contenham cloro. O uso do sabão em pó também não é adequado para a limpeza dos sofás. Na dúvida, utilize detergente líquido neutro ou um produto específico para limpeza de estofados.

Manchas: Por ser um local de grande circulação, é comum ocorrer algumas manchas no sofá. A primeira coisa a se fazer é limpá-la imediatamente. Isso irá facilitar a limpeza e remoção. Saiba como remover os principais tipos de manchas. Veja como retirar as mais diversas manchas

NÃO ESQUEÇA!

cafe-derramado– Além dos produtos caseiros, é possível também usar produtos próprios para sofás, como protetor de tecidos que retarda o contato do líquido com o tecido, e com isso a limpeza pode ser feita sem danos.

– Lenços umedecidos são grandes aliados na limpeza do sofá.

– Para manter o estofado limpo por mais tempo evite comer no sofá.

– Para evitar manchas de copos, coloque mesas próximas ao sofá ou suportes que podem ser deixados nos braços do mesmo.

– Salpicar bicarbonato de sódio sobre o sofá e deixar agir por 30 minutos ajuda na limpeza e eliminação de odores. Essa técnica é ideal para pessoas que tem animais em casa e são alérgicas.

– Higienizadores a vapor são ótimas opções para a limpeza dos estofados.

Agora você já pode ficar tranquila e aproveitar que seu programa favorito vai começar!!! #BomDescanso #RelaxndoNoSofá

mulher-sentada-no-sofa-vendo-tv-1299715197701_956x500

Por Cinthia Almeida – Equipe Ligação Home Center – Site: www.ligacao.com.br

Preciso pendurar um quadro, cadê o martelo?

ferramentas-590pxHoje a realidade das famílias está muito diferente do que há 10 anos. Antigamente, o homem fazia todo o serviço de manutenção da casa (pintar, pregar quadro, desentupir pia…) e a mulher cuidava de afazeres domésticos (lavar, passar, varrer, arrumar…), agora tudo mudou!

É cada vez mais comum, presenciar diálogos como o que leremos abaixo:

Mãe e filha
“- Preciso colocar esse quadro na parede! (diz a mãe)
– É fácil, mãe! Pega o martelo, bate o prego na parede e coloca o quadro! (diz a filha)
– Humm…e onde tem martelo e prego, mesmo???”

Mulheres que moram sozinhas
“- Amiga! Meu livreiro está um pouco torto, acho que ele vai cair! (diz ao telefone)
– Ai amiga! Morar sozinha tem dessas coisas, fazer reparos o tempo todo. Faz o seguinte, pega a chave de venda e aperta os parafusos do livreiro!
– Oi??…
– Ok! Estou indo ai te socorrer! Prepara a maleta de ferramentas!
– Oi??… Amiga, vem logo que você começou a falar grego e o livreiro vai desabar!!!”

Homens “moderninhos”
“- Cara, a torneira da cozinha ficou pingando a noite toda, não consegui dormir com o pinga, pinga!
– Você pode resolver isso fácil! É só desmontar e trocar uma borracha que tem dentro dela!
Minutos depepois…
– Cara, a casa está alagada! Fui desmontar a torneira e foi água para todo lado, e agora?
– Você não desligou o registro de água antes de mexer?
– Ixiiiii cara, nem sei onde fica isso!…. ”

Antes de nos aventuramos no fantástico mundo da manutenção doméstica, precisamos ter uma arma poderosa, que vai nos socorrer, e muito, durante a caminhada: Caixa ou Maleta de Ferramentas!

Pensando nisso, a Ligação Home Center preparou uma lista de ferramentas que não podem faltar:

1- Martelo de unha (ou de carpinteiro): é o mais usado para retirar pregos
2- Chave grifo: usada para desapertar porcas, esta ferramenta ajuda na instalação de itens como torneiras de banheiro;
3- Chave Philips: ferramenta usada em parafusos tipo Philips;
4- Chave de fenda: item usado para girar, apertar ou afrouxar parafusos com fenda;
5- Parafusos e buchas;
6- Pregos;
7- Luvas: em sistemas elétricos, o indicado é recorrer a modelos de borracha;
8- Alicate universal: mais popular entre os tipos de alicate, o universal corta fios, cabos e arames;
9- Alicate de bico;
10- Estilete;
11- Fita isolante;
12- Lanterna;
13- Barbante;
14- Trena (fita métrica);
15- Furadeira: para garantir bons serviços, o recomendado é possuir cinco brocas para madeira e outras cinco para concreto.

Agora que você já sabe, EQUIPE-SE! 😉

Por Cinthia Almeida – Equipe Ligação Home Center – Site: www.ligacao.com.br

Vou pintar a parede da sala!

como-pintar-paredes

A mulherada quando fica cansada de olhar para a mesma parede da sala, logo sente aquela vontade de mudar algo, e então, vem a ideia: Vou mudar a cor da sala!
Como a vontade vem sempre de forma impulsiva, não paramos para organizar como será feita a “obra de arte”…rsrs…e corremos o risco de, no final, ficar pior do que estava.
A Ligação Home Center, foi atrás de dicas para você não errar e ficar satisfeita com resultado. Confira as 7 dicas do designer de interiores, Fábio Galeazzo¹:

1 – O que devo comprar?
A lista de materiais conta com: lixa n° 150, lona plástica, fita-crepe, rolo de pintura*, caçamba para tinta*, tinta*, massa corrida*, gesso*, misturador*, trincha* e espátula*;

2 – Qual a quantidade de tinta que vou precisar?
Para saber a quantidade de tinta necessária, é preciso calcular o tamanho da área a ser pintada. Meça a parede e multiplique pela altura do pé-direito (altura do chão ao teto). Em seguida, multiplique essa metragem pelo número de demãos (normalmente, duas a três). O resultado da equação determina a metragem total. Algumas latas de tinta indicam a área que aquela quantidade cobre. Os vendedores também podem auxiliar a calcular a partir da metragem a ser pintada;

3 – Como devo testar a cor?
A cor da tinta na parede pode ficar diferente da que consta no catálogo. Antes de comprar uma lata, a dica é adquirir ¼ de galão e testar em uma pequena área;

4 – Será que vai sujar meus móveis?
Forre o piso com a lona, retire os espelhos dos interruptores, cubra os móveis e proteja com fita-crepe as maçanetas, os rodapés e os batentes. Passe a massa corrida sobre a fita-crepe para impedir que a tinta penetre e use uma espátula para remover o seu excesso;

5 – Minha parede tem vários buracos, e agora?
Tampe os buracos superficiais da parede com massa corrida, usando uma espátula, e tampe os orifícios mais profundos com gesso. Deixe secar por 20 minutos e passe a lixa n° 150;

6 – Como devo pintar?
Mexa a tinta com a trincha e pinte com cuidado uma faixa horizontal rente ao teto. Com um rolo, dê cor ao restante da parede seguindo sempre a posição vertical. Espere que a tinta seque totalmente antes de passar a próxima camada;

7 – Quero fazer algo criativo, tem alguma sugestão?

Se quiser que a parede tenha faixas coloridas, trace-as com fita-crepe. Escolha uma cor para ser a predominante e alterne com tonalidades harmônicas ou branco. Comece cobrindo com tinta uma parte sim e outra não. Espere secar totalmente e retire a fita. Com uma nova tira adesiva, cubra delicadamente a borda já pintada. Pinte os espaços restantes. Um pincel fininho dá o acabamento entre as cores.

Com essas dicas, sua “obra de arte” estará garantida e o resultado ficará estampado na sua sala novinha em folha!

¹Dicas retiradas do livro: Pequenas Mudanças, Grandes Transformações – Soluções Criativas para Decorar seu Lar e Gastar Pouco (Fábio Galeazzo – Editora Alaúde)

*Produtos não comercializados no site, somente na loja física: Av. Alcântara Machado, 450 – Mooca – São Paulo – SP (Próximo ao metrô Dom Pedro II) 

Por Cinthia Almeida – Equipe Ligação Home Center – Site: www.ligacao.com.br