O que é telhado verde?

telhado verde

Você já imaginou colocar um “jardim” no seu teto? Pois é! Conhecidos pelos nomes: telhado verde, cobertura vegetal ou jardim suspenso, o sistema construtivo é caracterizado por sua cobertura vegetal de grama ou plantas.

Geralmente é instalado em lajes, mas também podemos ver muitos em telhados convencionais que são preparados de forma adequada para receber a vegetação. Eles deixam a paisagem muito bonita e mais verde, mas vão além disso, os telhados verdes funcionam como isolantes térmicos nas coberturas das edificações.

Para as as grandes metrópoles, é uma excelente saída para aumentar as áreas verdes ou vegetadas, contribuindo muito com a melhora da qualidade do ar e auxiliando na diminuição dos efeitos das ilhas de calor.

No Brasil, o sistema ainda é pouco utilizado e não tem normatização, apenas algumas cidades e Estados, como Porto Alegre, Santa Catarina e Guarulhos (SP), têm leis e/ou instruções que incentivam a implementação das coberturas verdes em edificações públicas e privadas.

COMO FAZER UM TELHADO VERDE?

ATENÇÃO: Para fazer o telhado verde é preciso fazer uma análise do peso que a terra e a vegetação vai causar sobre a laje ou sobre a estrutura do telhado, é preciso também fazer a impermeabilização com manta, o blog Arquidicas fez uma matéria bem bacana mostrando os benefícios de se ter um telhado verde: Telhados Verdes

telhado verde instalaçãoPara saber como fazer o seu telhado verde, a equipe da Ligação Home Center fez uma pesquisa e encontrou um blog que ensina passo a passo como fazer o telhado, mas recomendamos que seja procurado um profissional para que o seu jardim fique, de fato, verde no sentido de trazer todos os benefícios para a casa sem danificar a estrutura e claro, que se mantenha vivo por muito tempo. Não podemos também esquecer que vai exigir manutenção e se for feito de qualquer jeito, você pode perder o dinheiro investido e o dinheiro para  recuperação da área, em caso de remoção. O site Ecoeficientes fez um texto com as explicações: O que é e como fazer um telhado Verde

Os telhados verdes são tão importantes para o ambiente que, projetos de casas sustentáveis já são uma realidade, bem diferente de colocar um telhado numa casa já pronta, os projetos passam a ser pensados já com os telhados inclusos pelos arquitetos.

O site Fapmat Ciência publicou uma matéria que mostra como estão sendo pensados e executados os projetos pelo Brasil a fora: Múltiplo e Ecológico

O programa Como Será? (Globo) também gravou uma matéria com arquiteto que está pensando verde e mudando a cidade de São Paulo:

Expedições Urbanas mostra como é um escritório especializado em arquitetura ecoeficiente

Como SEra Telhado Verde

 

Por Cinthia Almeida – Equipe Ligação Home Center – Site: www.ligacao.com.br

Qual a diferença entre lâmpada: incandescente, fluorescente e led?

lampada incandescente fluorescente e led

No meio de tantos modelos e potências, quando vamos comprar uma lâmpada vira quase uma aventura, onde quem tem mais informação ganha o prêmio: comprar a lâmpada correta para a sua necessidade, que caiba no bocal, na claridade ideal e muitas outras coisas. Ufa! Mas a gente só quer comprar uma lâmpada, pode ser mais simples?

Pode ser super simples, basta saber quais são os modelos existentes, a potência que deseja, para qual a finalidade, para qual ambiente…Calma! Falamos que pode ser simples, porque vamos compartilhar muita informação com você que está quase desistindo da leitura…rsrsrs 😀 Não nos abandone!!!

Fizemos uma pesquisa bem ampla para trazer o máximo de informação. Buscamos infográficos (imagens explicativas) para não ficar uma leitura cansativa e deixar o conhecimento mais claro possível. Todos estão devidamente creditados, com os autores e onde foram publicados. Nossa intenção é compartilhar informação, como não somos especialistas no assunto, fomos buscar quem entende para dar aquela forcinha! 😉

Encontramos essa matéria muito bacana: A luz que vai bem em casa e no bolso – publicada no site Jornal de Londrina, onde não tem apenas a diferença das lâmpadas, mas quais as ideias para cada ambiente, vamos postar um trecho para deixar você curioso e ir visitar o site… rsrsrsrs #ValeAPena

tn_658_645_ilustra_lampadas_1907treze[…] Sala de estar

Normalmente é o local de maior permanência. As lâmpadas mais indicadas são a fluorescente compacta, porque oferece iluminação eficiente sem esquentar demais; e a halógena, porque a tonalidade amarela traz conforto. A iluminação com lâmpadas dicroicas deve ser bem planejada para não aquecer demais o ambiente. LED é uma opção porque não emite raios infravermelhos ou ultravioleta e não esquenta nem danifica quadros ou móveis antigos.

Cozinha

Exige claridade para manusear utensílios e valorizar os alimentos. Aposte nas lâmpadas halógenas e fluorescentes

Quartos

Prefira uma iluminação uniforme e indireta. Algumas opções de LEDs e halógenas proporcionam sensação de relaxamento. Outro recurso bacana é o dimmer, que permite controlar a intensidade da luz.

Banheiros

Deve ser iluminado de forma uniforme e intensa. Principalmente nas pias, evite lâmpadas difusas, como as fluorescentes. […]

info_lampadas_comparacao

O site Planeta Sustentável fez uma matéria que aborda a questão da vantagem no bolso do consumidor. Mostrou com cálculos simples a economia que se tem ao optar por uma lâmpada mais cara, porém, que dura muito mais, veja que interessante: Qual a melhor lâmpada: incandescente, fluorescente, halógena ou led?  #ShowDeBola

qual-melhor-lampada-incandescente-fluorescente-halogena-led

VEJA O CONSUMO E A EFICIÊNCIA

iluminacao-lampada-led-luminaria-kian-home-quadro-comparativo

preservacao do planetaDepois de saber as diferenças entre as lâmpadas, é extremamente importante saber como descartar corretamente as mesmas, pois, algumas são tóxicas ao meu ambiente, como é o caso das fluorescentes, outras são recicláveis, como as de led. O Portal Mundo das Tribos fez uma matéria sobre o descarte consciente: Como descartas lâmpadas usadas

O mês de julho de 2015 será marcado por ter o primeiro dia oficial sem vendas de lâmpadas incandescentes de 60W, as menores (40 e 25W) já não serão mais fabricadas, também a partir de 01/07/15. O consumidor brasileiro terá que fazer a mudança e/ou adaptação para as lâmpadas mais modernas. O custo das novas lâmpadas é maior, porém, a economia na conta de luz será bem maior, pois são econômicas e também, o bolso do consumidor ficará mais leve!

O Jornal Nacional fez uma matéria sobre o fim da fabricação das lâmpadas incandescentes: Lâmpadas incandescentes de 60 watts deixam de ser vendidas no país

consumo-de-energia-eletrica

Por Cinthia Almeida – Equipe Ligação Home Center – Site: www.ligacao.com.br

São Paulo terá jardins verticais em prédios vizinhos do famoso Minhocão!

Jardim Vertical Minnhocao

O viaduto mais famoso da cidade São Paulo, não porque é lindo de morrer ou super inovador, ele é famoso por dividir a população entre: os que amam e os que odeiam, os que acham bonito e os que acham feio, os que querem que ele seja derrubado e os que querem que ele vire um jardim suspenso….enfim, mais uma vez ele virou notícia, só que agora, o foco está nos prédios vizinhos, olhem a foto, não é montagem!

Os prédios vizinhos do Minhocão (Elevado Presidente Costa e Silva), localizado na região central da cidade, estão de “cara nova” ou melhor, de “cara verde”… 😀 A prefeitura publicou o decreto no Diário Oficial (no dia 07/05/15) que 140 prédios já podem solicitar os jardins verticais para trazer mais vida e claro, mais natureza para os concretos da região. E não precisa ser só o síndico não, pode ser morador! Vamos dar o exemplo? Vamos surpreender? #ShowDeBola

jardim suspenso predio em SP

O Bom Dia São Paulo fez uma reportagem bem bacana contando todos os detalhes: Prefeitura monta jardim vertical em paredões próximos ao Minhocão

jardimVertical

Mas a Ligação quer deixar uma provocação em você leitor: será que só assim conseguimos levar um pouco de verde para os prédios de qualquer região? E para os apartamentos? Será que podemos ter um jardim bacana, cheio de vida, morando muito longe do solo? …Será?

Claro que pode!!! Fomos navegar na net para achar dicas para os mais diversos ambientes e encontramos tantas fotos legais, tantas ideias que não tem desculpa, pega seu kit jardinagem e vamos plantar!!! 😉

JARDIM PARA APARTAMENTO COM VARANDA

Jardim Pequeno Apartamento

Decoração para Jardins para Apartamento

Decorar varanda de apartamento pequeno

Jardim na varanda do apartamento

 JARDIM PARA APARTAMENTO SEM VARANDA

JARDIM APARTAMENTO SEM VARANDA

mini jardim para apartamento

Jardim vertical para apartamento

jardim pequeno janela

E tem mais, ficamos tão impressionados com as dicas que achamos essas fotos de hortinhas no apartamento, não é show? Porque queremos tudo que temos direito, né? Além de um jardim fofo uma horta para ter os temperos fresquinhos!! ❤

HORTA APARTAMENTO

jardim pequeno

horta para apartamento

Por Cinthia Almeida – Equipe Ligação Home Center – Site: www.ligacao.com.br

Contratar ou não contratar um síndico profissional?

escolha de sindico

Estamos surfando na onda da Terceirização e dentre muitos serviços que já entraram para essa categoria está deixando muitas dúvidas sobre a qualidade no conjunto: Síndico!

Contratar um síndico terceirizado ou continuar elegendo moradores para ocupar essa função, que é primordial para uma boa gestão do condomínio? Essa dúvida é uma constante em vários condomínios, por isso, fizemos uma pesquisa na internet para saber o que andam falando sobre isso, e encontramos matérias e dicas e muita informação para auxiliar na decisão, que deve ser tomado levando em consideração o contexto de cada condomínio.

engrenagem condominioO site Uol fez uma matéria que mostra as vantagens e desvantagens de se contratar um síndico de fora. É muito importante saber tudo que cerca uma decisão de trazer um “estranho para ninho” e também contratar “o cara gente boa do condomínio”, para não causar problemas e confusões eternas entre moradores e administração:

“O que é melhor para o condomínio? Um síndico morador, que seja proprietário e esteja presente na vida do condomínio ou um síndico terceirizado, que tenha um relacionamento mais distante com moradores e funcionários e de quem é mais fácil cobrar uma gestão profissional?

A resposta, segundo especialistas consultados, vai depender, principalmente, do tamanho do condomínio. Assim, o síndico morador serviria bem aos prédios menores, desde que auxiliado por uma boa administradora…” – Continuar lendo:  Saiba se vale a pena contratar síndico profissional para o condomínio

Veja no link, o álbum com 17 ilustrações que mostram de forma objetiva coisas que podem acontecer, deixando a escolha mais embasada: Veja vantagens e desvantagens do síndico morador e síndico terceirizado

sindico-morador

A Folha de S. Paulo, também a bordou o tema com uma matéria bem ampla, mostrando dados e o perfil de um Síndico de profissão, que é responsável por vários condomínios: Síndico pode não ser morador e receber remuneração para gerenciar edifício

O gráfico abaixo, mostra o que é o profissional cuja profissão é ser Síndico e suas responsabilidades perante ao condomínio que atua, mesmo não sendo morador ou tendo vínculo com os condôminos.

responsabilidade de ser sindico

Mais importante que decidir, é se informar muito bem para não ficar perdido e entrar em conflito com os moradores. E claro, a conversa aberta e o diálogo amigável, são armas que ajudam e muito na hora da administradora vender a ideia de contratar alguém de fora, afinal de contas, nos dias de hoje está cada vez mais difícil confiar nas pessoas que vemos todos os dias, quem dirá em um estranho, né? #BoaEscolha 🙂

Por Cinthia Almeida – Equipe Ligação Home Center – Site: www.ligacao.com.br

Dicas para diminuir custos no condomínio

condominio

Estamos vivendo momentos de aumentos constantes dos mais diversos preços e impostos. É o valor da energia que tem que ser reajustado, é o consumo da água que precisa ser garantido e com isso, o valor gasto pelo governo reflete na conta do consumidor final: cidadão. Fora inflação, produtos da sexta básica, gasolina, frete e afins.

Todo e qualquer aumento acaba refletindo nas contas domésticas, né? Mas não é só nessas contas que o susto aparece, têm condomínios e empresas que ficam desesperados, cortando gastos para conseguir fechar o mês no azul.

Será que os condomínios conseguem fazer alguma coisa para diminuir os gastos e repassar de forma justa as despesas para os moradores? Fizemos uma pesquisa na internet, e encontramos um texto bem bacana do Uol Economia, que traz muita informação e dicas valiosas. Para quem se interessou e que ler mais, boa leitura: Especialista dá 10 sugestões para diminuir os custos do condomínio

Para quem quer ir direto para as dicas, são essas:

Dicas para Condomínio

Dicas para Condomínio

Dicas para Condomínio

Por Cinthia Almeida – Equipe Ligação Home Center – Site: www.ligacao.com.br